Sejam bem-vindos!

Olá...sejam bem-vindos ao Biamputado....um blog de solidariedade.

Pretende-se torna-lo um espaço de esperança para com todos que passaram, passam ou passarão por esta experiência. Conta a minha história, a minha luta diária! É um projecto conjunto de Norberto Mourão e Olinda Guedes e surgiu no âmbito académico, é também um espaço de debate e entre-ajuda!
Contámos contigo! Porque a vida só tem sentido quando ajudamos alguém.
Quem quiser contribuir, por pouco que seja para a minha recuperação, desde muito obrigado
NIB: 0033 0000 45315828628 05
IBAN: PT50 0033 0000 4531 5828 6280 5



Candidatura para o "Querido mudei a cozinha"

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Fisioterapia - 57º dia (23- 02 - 2011)

Olá a todos os visitante do "Biamputado".

No dia de hoje treinei muito nas escadas, fui até onde nunca tinha ido e com bons resultados.

Comecei o meu dia a descer a rampa, fui até ao corredor e andei um pouco só com uma canadiana, entretanto o ginásio abriu e fui para lá, hoje não cheguei a ir para as barras, a prótese estava rodada para fora e magoava-me, por isso tive de a voltar a rodar e mete-la a posição certa, ainda precisei de fazer mais uns pequenos ajustes e deixou de me magoar, fui depois para o corredor andar só com uma canadiana, ao sair do ginásio virei para o lado esquerdo e fui até ao fundo do corredor, aí dei a volta e fiz todo o corredor, dei a curva e fui até à porta que dá acesso ao pátio, lá dei a volta para trás e fiz o caminho todo até à porta do ginásio, ainda tentei entrar só com uma canadiana mas não consegui, neste percurso todo só por uma vez encostei o ombro à parede para me equilibrar, nem precisei de me agarrar ao corrimão, levei sempre a canadiana na mão esquerda e fui tentando corrigir os erros mas sem grande resultado, sempre que colocava a canadiana mais ao lado do corpo a prótese direita não avançava tanto, os passos também eram mais pequenos,

Em seguida fui para as escadas com a terapeuta, comecei por subir as do nosso pavilhão e a seguir fomos experimentar outras escadas, as do Pavilhão de Neurologia, já lá tinha ido antes mas normalmente só subia os quatro degraus da rua, hoje subimos até ao 2º andar, eram cerca de 44 degraus. Comecei por subir as primeiras com as duas canadianas, as outras a seguir ainda tentei subir como tinha feito ontem, agarrado ao corrimão com a mão direita, com uma canadiana no outro lado e a dobrar a prótese subindo de forma mais natural, no entanto este corrimão de hoje era mais largo e mais baixo, não me dava a mesma estabilidade do outro, acabei por não conseguir subir como ontem e tive de subir todos os degraus com a prótese esquerda esticada, correu tudo bem e não cheguei cansado lá acima, para descer utilizei o mesmo método que utilizo todos os dias, descer um pouco de lado e só com as canadianas, consegui descer todos os degraus sem problemas e o último degrau já fora do pavilhão experimentei descer de frente só com as canadianas, é um degrau mais baixo e sentia que tinha e conseguir desce-lo assim, avancei a prótese direita e a seguir só precisava de dobrar o joelho esquerdo, no entanto estava com muito receio e demorei algum tempo até o fazer, mas acabei por conseguir, desci também o passeio dessa forma, por último e já sozinho fiz todo o caminho para o nosso ginásio, tive de andar um pouco a direito, cerca de 50 metros e a seguir descer a rampa, depois de chegar ao ginásio já não fiz mais nada e acabei por ali o meu treino de hoje.

Foi um dia muito positivo, consegui subir os cerca de 44 degraus sem me cansar muito e desce-los em seguida, amanhã irei tentar descer mais alguns degraus de frente. Muito obrigado a todos.

Norberto Mourão

3 comentários:

Daniela Rubro disse...

Fico feliz com o seu progresso. :D

Anónimo disse...

Gostei de ver os progressos

Bjs
Atena
Tibet :)

madaos disse...

progresso em marcha !
isso è mais que espectacular
mesmo um exemplo a seguir
jokas

Acerca de mim

Lisboa/ Vila Real, Camarate/ Mondrões, Portugal
Como já se aperceberam, a minha situação infelizmente é muito complicada, tenho um longo e árduo caminho pela frente, caminho esse cheio de grande dificuldades, não só a nível físico como também financeiro, por isso peço ajuda a quem estiver interessado em contribuir com alguma coisa, por pouco que seja, para esta minha nova realidade...