Sejam bem-vindos!

Olá...sejam bem-vindos ao Biamputado....um blog de solidariedade.

Pretende-se torna-lo um espaço de esperança para com todos que passaram, passam ou passarão por esta experiência. Conta a minha história, a minha luta diária! É um projecto conjunto de Norberto Mourão e Olinda Guedes e surgiu no âmbito académico, é também um espaço de debate e entre-ajuda!
Contámos contigo! Porque a vida só tem sentido quando ajudamos alguém.
Quem quiser contribuir, por pouco que seja para a minha recuperação, desde muito obrigado
NIB: 0033 0000 45315828628 05
IBAN: PT50 0033 0000 4531 5828 6280 5



Candidatura para o "Querido mudei a cozinha"

terça-feira, 9 de agosto de 2011

Subida da escadaria da Nossa Senhora dos Remédios

Olá a todos os visitantes do "Biamputado".

Tal como tinha informado antes de ir de férias, na terça-feira dia 2 de Agosto ia subir a escadaria da Nossa Senhora dos Remédios em Lamego (Portugal), no total foram 565 degraus.

Tinha previsto demorar 4 horas para subir tudo, por isso fui bastante preparado a nível de alimentação e de bebidas para hidratar, ao todo levei: 4 bananas, cerca de 6 laranjas, umas 7 sandes com paté de atum e alguns chocolates, para beber levei 5 litros de água e 2 litros de uma bebida energética, também levei o meu relógio com o frequencímetro para controlar os batimentos cardíacos e as calorias perdidas em toda a subida.

Cheguei lá por volta das 6h da manhã, ainda era noite, estava fresco e quando me estava a preparar ainda caíram umas pingas de chuva, comi logo uma laranja para ter alguma energia rápida e comecei a subir às 6h16m, os primeiros degraus não foram fáceis, eram 7 e tive de os subir com duas canadianas porque não tinham corrimão, àquela hora ainda estava um pouco "enferrujado", a partir dali comecei a ter quase sempre um corrimão (à excepção dos primeiros degraus de cada patamar), quando cheguei às primeiras escadas com corrimão decidi subir pelo lado esquerdo, pensei que seria o mais fácil, mas não era, nos corrimões não dava para me agarrar, tive por isso de subir sempre com os joelhos trancados, em todos os outros corrimões subi pelo lado direito, já não precisava de me agarrar, apenas precisava de empurrar um pouco, assim era muito mais simples e mais rápido, no entanto também não dava para subir com o joelho destrancado, pelo meio da escadaria só necessitei de parar duas vezes para me alimentar e hidratar.

A subida acabou por ser muito mais rápida e mais simples do que tinha pensado, subi todos os degraus em 1h46m, só precisei de beber cerca de 0,5L de sumo energético, comi duas laranjas e uma sandes, os batimentos cardíacos no máximo chegaram aos 120 BTM, ainda assim até me sentar no carro gastei 1164Kcal.

Esta subida foi muito gratificante, consegui subir o que muitos pensavam ser impossível e consegui demonstrar mais uma vez que é possível voltar a fazer tudo.

Deixo-vos aqui uma amostra (10m) em vídeo para que possam assistir a parte da subida.


Muito obrigado a todos.
Norberto Mourão

2 comentários:

Eduardo Jorge ( Tetraplégicos) disse...

Obrigado por nos mostrares a todos que o difícil parece fácil. Todo o teu trajecto de reabilitação tem sido fantástico. Tens sido aquilo que queres, e impossíveis para ti não há.
Norberto, este video é emocionante. Obrigado e parabéns!

M. disse...

Parabéns, Norberto, por esta vitória!!! É obra!!!
Beijinhos,
Madalena

Acerca de mim

Lisboa/ Vila Real, Camarate/ Mondrões, Portugal
Como já se aperceberam, a minha situação infelizmente é muito complicada, tenho um longo e árduo caminho pela frente, caminho esse cheio de grande dificuldades, não só a nível físico como também financeiro, por isso peço ajuda a quem estiver interessado em contribuir com alguma coisa, por pouco que seja, para esta minha nova realidade...