Sejam bem-vindos!

Olá...sejam bem-vindos ao Biamputado....um blog de solidariedade.

Pretende-se torna-lo um espaço de esperança para com todos que passaram, passam ou passarão por esta experiência. Conta a minha história, a minha luta diária! É um projecto conjunto de Norberto Mourão e Olinda Guedes e surgiu no âmbito académico, é também um espaço de debate e entre-ajuda!
Contámos contigo! Porque a vida só tem sentido quando ajudamos alguém.
Quem quiser contribuir, por pouco que seja para a minha recuperação, desde muito obrigado
NIB: 0033 0000 45315828628 05
IBAN: PT50 0033 0000 4531 5828 6280 5



Candidatura para o "Querido mudei a cozinha"

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Fisioterapia - 6º dia (02 - 12 - 2010)

Olá a todos os visitantes do "Biamputado"

Hoje foi um dia muito bom onde foi possível notar a evolução que tenho vindo a fazer ao longo destes dias em que tenho treinado com as minhas próteses.

Comecei a fazer um ligeiro aquecimento nas barras, andando para a frente, para trás e também para os lados, demorou cerca de 10 minutos, depois disso agarrei nas canadianas e comecei a andar no ginásio, em seguida atravessei o corredor grande sozinho, ao voltar para o ginásio decidi levantar uma das canadianas e andar só com uma, a outra mão ia apoiada no corrimão, consegui sem qualquer dificuldade e os passos acabavam por ser muito idênticos.

As escadas correram muito melhor que nos outros dias, enquanto os fisioterapeutas acompanhavam outro paciente na sua caminhada (era um senhor já com uma certa idade e com vários problemas de saúde), eu decidi arriscar e comecei a subir sozinho, subi os dois primeiros degraus sem grandes dificuldades, no entanto o terceiro foi muito complicado, tentei uma vez e não consegui, tentei uma segunda vez e também não foi possível, à terceira aconteceu o mesmo, depois de algumas tentativas falhadas decidi pensar um pouco e relembrar tudo o que já tinha feito no passado, depois dessa introspecção tentei outra vez e consegui sem dificuldade nenhuma, depois as outras até ao cimo foram simples. Na descida também correu tudo bem, voltei a descer de lado, já senti muito mais confiança no joelho esquerdo e também no apoio do lado direito quando assenta no degrau de baixo, fui descendo vários degraus até a um em que a fisioterapeuta me pediu para experimentar descer de costas, mas não é nada fácil, o joelho esquerdo ficava trancado e na descida como ainda não estava totalmente apoiado no degrau de baixo era muito difícil destrancar-lo, mas todas as experiências são úteis, mesmo que não venham a ser utilizadas no futuro.

Hoje como é quinta-feira foi dia de visita médica e acabei por me surpreender a mim próprio e aos médicos com a minha evolução ao nível do equilíbrio. Decidi ficar de pé (já o tinha feito uma vez com as próteses e as canadianas) enquanto os médicos iam passando por todos, mas hoje ao contrário de todas as outras vezes em que fiquei de pé encostado à parede com a ortoprótese e mesmo na vez que fiquei de pé já com as próteses, eu hoje não estava encostado a nada, não tinha as canadianas nas mãos e meti as mãos nos bolsos, isto só foi possível porque o meu equilíbrio assim como a minha confiança começam a ser muito grandes, fruto de um excelente trabalho de todos, mas principalmente do técnico da casa ortopédica que fez um excelente trabalho na construção das próteses e de todos os fisioterapeutas com quem já estive, todos eles me foram ensinando e corrigindo a postura.

Muito obrigado a todos.
Norberto Mourão

2 comentários:

jose disse...

Fico deveras satisfeito ;-)
Força aí amigo!

Cristina Sousa disse...

Norberto,hoje mais do que nunca surpreendes-te-me!com toda a tua garra e entusiás-mo.Como vês começas-te por fazer o que era necessário,depois o mais recomendado e agora está quase fazendo,o que parecia impossível.sinto-me deveras muito feliz...
Hoje vejo-te em qualquer humor,com um qualquer sorriso rasgado,pelo teu grande, muito mas muito grande empenho e luta que tives-te neste dia.Vejo que acima de tudo ganhas-te muita confiança eu ti próprio,é assim que gostaria de te ver sempre. Quem não compreender a tua luta,tb nunca irá compreender um dia a tua explicação.
Retribua com flores a todas as pedras que te atirem.

Um grande beijinho,desta que te quer muito bem!!!

Cristina Sousa

Acerca de mim

Lisboa/ Vila Real, Camarate/ Mondrões, Portugal
Como já se aperceberam, a minha situação infelizmente é muito complicada, tenho um longo e árduo caminho pela frente, caminho esse cheio de grande dificuldades, não só a nível físico como também financeiro, por isso peço ajuda a quem estiver interessado em contribuir com alguma coisa, por pouco que seja, para esta minha nova realidade...